Como abrir uma imobiliária?

Tempo de leitura: 7 minutos

Hoje em dia, a compra de uma casa não é mais uma ação voltada apenas para quem vai se casar ou morar sozinho, é também um investimento. Por isso, pode ser uma boa ideia montar uma imobiliária, um empreendimento bem lucrativo, devido à clientela sempre crescente e ao aumento do poder de compra dos brasileiros em geral. Em grandes cidades não é fácil comprar uma casa ou encontrar um imóvel de qualidade para alugar. Assim, contratar uma imobiliária é uma forma prática de não ter que sair você mesmo para fazer a busca, pagando apenas a comissão.

A maioria dos proprietários de imóveis também não possuem interesse em fazer eles mesmos a procura por clientes, contratação e cobrança dos valores, por isso, contratar uma imobiliária sempre acaba sendo a melhor opção.

A imobiliária funciona como intermediária na transação de compra e aluguel de imóvel, lucrando por seus serviços com base em comissão pelo valor do imóvel. Ou seja, quanto mais caro for o valor do imóvel, mais lucrativo será o seu dia de trabalho como corretor imobiliário. Não é à toa que em menos de dez anos, algumas cidades viram surgir mais de vinte novas imobiliárias, um curto prazo de tempo para um grande crescimento apenas neste setor.

Primeiros passos

passos

Primeiramente você precisa montar um plano de negócios, caso não tenha habilidades pra isso, você pode contratar uma consultoria. O passo seguinte é cuidar da estrutura de sua imobiliária. Você vai precisar ter um escritório, se possível, próximo à área em que vai atuar.

A estrutura é bem simples e, por isso, de baixo custo, contando com:

  • Uma mesa de escritório
  • Cadeiras para você e seus visitantes
  • Computador com acesso a Internet e impressora
  • Sistema para gerenciar seus clientes, atendimentos e imóveis
  • Sistema para administrar imóveis locados
  • Arquivo para contatos, podendo este ser feito em uma estante fechada
  • Telefone fixo e celular
  • Um veículo para se deslocar, já que, frequentemente, precisará mostrar um imóvel.

Os custos para a montagem do escritório são relativamente baixos. Uma alternativa é trabalhar em casa para baratear os custos, caso esteja montando uma imobiliária de baixo porte para atingir bairros de classes média e baixa.

Posso montar minha imobiliária em casa?

imobiliaria-em-casa

Não há problema em montar uma imobiliária em casa, desde que organize a sua vida pessoal para não afetar o atendimento dos seus clientes e tenha um espaço reservado para receber as pessoas. É interessante que a sua casa esteja numa região bem localizada.

Habilidades do corretor

habilidades-de-corretor

Se você atuará como corretor no setor imobiliário, saiba que trabalhar com vendas requer um pouco de dinamismo, criatividade e simpatia. Vender uma casa ou alugar um imóvel requer bastante dinamismo e por isso, precisa ter uma boa dinâmica de fala para conversar com os clientes. O profissional do setor, chamado de corretor, precisa entender que o produto que comercializa não é barato e significa um investimento para o futuro. Por isso, o comprador precisa estar certo do que está comprando e a venda pode demorar um pouco. Assim, é preciso entrar em contato, mostrar-se atencioso com seu cliente para concretizar o negócio e conquistar o cliente, que provavelmente o indicará para vendas posteriores.

Documentos necessários para montar uma imobiliária

documentos-necessarios

Para abrir uma imobiliária é preciso ter uma documentação bem específica:

CNPJ: O Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica é o primeiro documento a ser solicitado pelo empresário. Contamos com uma identidade nacional para pessoa física que é o CPF e para pessoa jurídica este numero é o CNPJ.

Contrato social: Este documento, na verdade, é uma base e só será usado uma vez que é par ao registro do CNPJ. Este é um acordo firmado entre os donos da empresa informando quem são os donos, capital inicial da empresa, o nome da empresa de registro e quanto de poder em ações e o que cada um faz na empresa.

Registro na junta comercial: Se você é um fabricante de produto ou prestador de serviços é, por consequência, um comercial e precisa estar registrado na junta comercial de sua cidade.

Alvará da Prefeitura: A sua cidade também quer saber tudo o que funciona e cobrar os impostos devidos, pois é assim que ela consegue manter os estabelecimentos públicos funcionando. Cada cidade tem regras diferentes para abrir uma empresa, mas, no geral, se cobra registro na Receita Federal, contrato social da empresa e documentos dos donos.

Formação

formacao

Além de precisar ter conhecimento em vendas, segundo grau completo ou possuir título de Técnico em Transações Imobiliárias, inscrito no Conselho Regional de Corretores de Imóveis da jurisdição. Isso foi determinado pela LEI Nº6.530, de 12 de maio de 1978, regulamentada pelo Decreto Nº81.871, de 29 de junho de 1978. Por isso, grandes imobiliárias investem em cursos para formar seus novos profissionais que atuarão junto à carta de clientes. Também, é preciso que os donos, sócios, gerentes ou diretores de uma imobiliária, tenham a documentação de uma firma simples, com abertura de CNPJ, bem como, sejam individualmente inscritos no Conselho Regional de Corretores de Imóveis.

É preciso ainda que o número da inscrição do Corretor de Imóveis, ou da pessoa jurídica, esteja em toda publicidade relacionada à empresa, além de ter uma escritura de que ela é uma imobiliária, para que isso fique claro ao cliente. Além de cuidar da abertura da empresa, é preciso estar devidamente cadastrado no Conselho Regional de Imobiliárias e ter os habituais registros na prefeitura da sua cidade e no corpo de bombeiros.

Montei minha imobiliária, e agora?

o-que-e-pay-per-use

Depois de montar a imobiliária é preciso correr para se tornar conhecido e poder fazer bons negócios. Seu lucro é obtido por transações. Ou seja, quanto mais você vender, mais você ganha. Por isso, o ideal é estabelecer metas mensais a serem alcançadas e assim manter uma receita estável para evitar o fracasso do seu negócio. De certa forma, você faz o seu salário, pois quanto mais trabalha, mais lucra. Se, com duas casas vendidas, você consegue um bom salário, mantenha a meta mínima de venda de dois imóveis e se faça conhecer em sua região de atuação.

Divulgação

Divulgação

Agora é hora de cuidar da sua divulgação. Uma boa dica é optar por divulgação local. Jornais com classificados de imóveis sempre são uma boa pedida, pois este é o meio mais tradicional de procurar um local para comprar ou alugar. Além disso, os clientes sempre procuram em jornais porque acreditam que os proprietários tenham anunciado, evitando pagar a comissão da imobiliária.

Não se esqueça de mídias simples como cartões de visitas, cartaz em alguns pontos visitados e deixar seu telefone com amigos que estejam pensando em comprar ou alugar um espaço.

Outra dica é investir nos portais online. Existem diversas plataformas e, ainda, poderá optar por vendas online, otimizando ainda mais a sua compra, usando ações de marketing.

Saiba como anunciar imóveis na internet.

Porém, o melhor jeito de iniciar nas vendas de imóveis na internet é criando um site para imobiliária. Existem diversas empresas especializadas na criação de sites para imobiliárias, mas fique atento, não resolve seu problema apenas criar o site, você também precisa otimizá-lo para os mecanismos de buscas, especialmente o Google, pois é onde seus possíveis clientes o encontrarão.

Conclusão

Abrir uma empresa, seja de qual segmento for não é uma tarefa fácil, pois exige planejamento, determinação e muito trabalho para fazê-la prosperar.

Nosso objetivo com este artigo é te proporcionar uma orientação inicial com uma visão geral e os primeiros passos de como abrir uma imobiliária, e esperamos que possa ter te ajudado.

Gostou deste artigo? Compartilhe em suas redes sociais e contribua com uma mercado imobiliário mais profissional e inovador.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *