Como usar tendências para alugar imóveis

Tempo de leitura: 6 minutos

Todos os dias surgem novas ideias, novos personagens, novas “modas”, novos assuntos, enfim, várias coisas novas. Termos acesso à essas novidades, de forma tão rápida, só é possível graças a internet. Seja através de e-mails, redes sociais, whatsapp, ou outro meio, a informação (boa ou ruim), tem circulado com uma velocidade absurda.

É interessante notar que, tão rápido quanto essas modas chegam, elas também vão embora e depois ninguém se lembra mais delas. Já algumas outras, chegam e se tornam rotina em nossas vidas, não saem mais. Mas, o que isso tem a ver com o mercado imobiliário? Bem, quanto um assunto é muito comentado, é tendência, sua procura aumenta e diversos tipos de empresas podem lucrar com isso, principalmente utilizando estes “ícones famosos” na comunicação. Neste post, vamos falar sobre como usar estas tendências, mesmo que passageiras, para atrair clientes e aumentar sua receita de aluguel.

Redes Sociais

Redes Sociais

Talvez nem seja justo chamar as redes sociais de “tendências”, afinal, eles já chegaram há algum tempo e mostraram que vieram pra ficar. O que muda é a “rede do momento”. Você deve se lembrar, por exemplo, do sucesso do Orkut, que hoje nem existe mais. Porém, no auge, foi muito importante para a estratégia de diversas empresas. Depois vieram o Facebook, o Twitter, o Instagram, Whatsapp, e mais recentemente o Snapchat. Na vida digital, uma mídia vai substituindo a outra, e o papel das empresas é acompanhar as mudanças e entender onde você precisa estar.

Por exemplo, imagine que sua imobiliária está situada em uma cidade universitária e existe um grande volume de locação no período que antecede o início da aulas. Seu público, portanto, são jovens universitários que estão saindo de casa pela primeira vez. Para atraí-los vale utilizar uma rede social com mais apelo para esse público, como o Snapchat, além de uma linguagem que se conecte com eles. Vale também investir em conteúdo com dicas para quem vai morar sozinho ou dividir o apartamento com amigos.

Leia também  Como utilizar whatsapp em imobiliárias

Vídeos

videos

Os vídeos também são outra tendência que veio para ficar. Atualmente no Brasil, somos cerca de 70 milhões de espectadores de vídeos online e segundo o jornal britânico The Guardian, em 2017, os vídeos serão responsáveis por 69% do tráfego de toda a internet mundial. Isso significa que quem começar a utilizar esses vídeos mais cedo, ocuparão mais espaço nesse universo virtual.

Os locatários representam um público muitas vezes negligenciados pelas imobiliárias, que não enxergam neles o mesmo valor que de um cliente que vai comprar um imóvel, por exemplo. Porém, elas se esquecem que a locação gera uma receita recorrente para a imobiliária, e esse cliente também merece atenção.

Os vídeos podem ser uma excelente estratégia tanto para atrair quanto para reter seus locatários. Que tal criar vídeos que expliquem de forma simples cada etapa do processo de locação? Ou como funcionam os diferentes tipos de garantias locatícias? Este tipo de conteúdo certamente será um diferencial para sua empresa!

Jogos (Pokemon Go)

Jogos (Pokemon Go)

Nos últimos meses, você provavelmente deve ter presenciado a febre mundial em torno do jogo Pokemon Go, especialmente aqui no Brasil. Pokémon Go é um aplicativo de realidade aumentada, que permite que se capture Pokémons utilizando como cenário o mundo real. E muitos mercados aproveitaram essa febre para lucrar, não sendo diferente no imobiliário.

Corretores de imóveis, não só do Brasil, usaram a criatividade e criaram ações como:

  • Divulgar  imóveis valorizando ginásios e Pokéstops como novos atributos, inclusive como destaque em diversas descrições de imóveis;
  • Placas de Imóveis;
  • Anúncios de jornal;
  • Fotos de imóveis com Pokémons, etc;

A popularidade do Pokémon Go e de outras novidades que estão por vir, é uma estratégia valiosa para ampliar sua participação no mercado. Hoje, nem se ouve tanto falar sobre Pokemón Go, mas em breve surge uma nova febre, e você precisa estar atento para aproveitá-la.

Foto 360º

foto-360

Antigamente, quando você divulgava um imóvel no jornal, só tinha alguns centímetros para colocar o máximo de informações possíveis, como número de quartos, garagem, preço. Depois, evoluímos para os sites e portais, onde era possível colocar as fotos, e isso facilitou bastante a vida do cliente. Agora, uma nova tecnologia permite uma interação ainda maior entre o interessado no imóvel e o imóvel em si.

Como seu cliente não tem mais tempo para visitar tantos imóveis, ele quer a comodidade de ver tudo sem sair de casa, e só se deslocar para a visita, se realmente estiver muito interessado. Assim, as fotos 360º caíram na graça do mercado imobiliário. Se alguém procura um imóvel na internet, e tem a possibilidade de ver o imóvel de diferentes ângulos, com os recursos que a foto 360º oferece, isso certamente será um diferencial para sua imobiliária.

Vale lembrar que, com isso, seu número de visitas pode até cair, mas a qualidade aumenta, pois quem agenda a visita já está realmente interessado.

Leia também  Foto 360º no mercado imobiliário: Tendência ou moda passageira?

Como acompanhar tendências?

Como acompanhar tendências?

Para acompanhar tendências, não existe outra receita que não seja estudar, conversar com outros profissionais, ler, e participar de cursos e eventos. Com a informação circulando tão rápido e tão facilmente, não fica difícil. Você certamente tem um smartphone, certo? Que tal receber notificações com novidades sobre o mercado imobiliário? Para isso, você pode assinar nossa newsletter e de outros blogs do mercado ou baixar o aplicativo QR, do Palestrante Guilherme Machado, por exemplo.

Lembre-se que a troca de informação é muito importante em todos os mercados, e o networking pode proporcionar isso. Use ferramentas como Linkedin para se conectar com pessoas da sua área, ou o Google Alertas, para te notificar sobre os temas que você selecionar.

Leia também  Como gerar leads e aumentar suas vendas de imóveis através do LinkedIn

Conclusão

Ficar por dentro do que acontece e usar as tendências de forma estratégica em sua empresa, pode ser muito positivo. Mas, cuidado! Não é qualquer moda ou novidade que se adapta ao seu negócio. Não adianta querer usar uma linguagem para falar com um público que não entendê-la. O tiro pode sair pela culatra.

Só coloque em prática aquilo que realmente tem a ver com os valores da sua empresa, e são condizentes com o que seu cliente quer e espera.

E você, tem utilizado alguma tendência para gerar mais negócios? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *