Por que seu corretor não usa o sistema imobiliário?

Tempo de leitura: 7 minutos

Essa é uma pergunta que aflige vários gerentes e diretores de imobiliárias, e eu tenha a resposta! E você, deve estar pensando “Quem é ele para dizer que sabe a resposta?”. Vamos lá:

Como alguns aqui já me conhecem e outros não, vou contar um pouco da minha história para contextualizar o tema:

Trabalhei no mercado imobiliário desde os meus 14 anos, atuando na imobiliária do meu pai até os 28 anos de idade. Foram 14 anos de experiência neste mercado, e lá tive a oportunidade de fazer de TUDO.

Trabalhei tanto no setor de venda quanto de locação, desempenhando as seguintes funções:

  • Office-Boy;
  • Vistoriador (Já até pintei placa na época do silk);
  • Recepcionista
  • Caixa
  • Captador
  • Corretor
  • Atendente de locação
  • Aux. Administrativo/Financeiro

Até que anos depois assumi uma das diretorias da imobiliária, e por lá fiquei 7 anos até o momento da minha saída.

Mas por que eu resolvi contar isso antes? Porque esse foi o principal motivo/desafio que me trouxe para o mercado de tecnologia para imobiliárias.

Eu via com meus próprios olhos e sentia na pele o motivo dos corretores (digo corretores pois os demais setores gostavam bastante de usar o sistema) não gostarem de utilizar o sistema imobiliário. E confesso, isso mexia muito comigo, por isso vou dividir minha experiência com você aqui agora:

Motivo #1: Sistema imobiliário complicados

sistema imobiliário


O perfil comum do corretor de imóveis não é como dos outros setores da imobiliária, que geralmente são pessoas  mais jovens, acostumadas com tecnologia. O Corretor de Imóveis, segundos dados levantados pelo COFECI,
 53% de todos os corretores ouvidos pela pesquisa realizada em 2013, tinham entre 40 e 60 anos no momento de inscrição nos conselhos regionais. A partir desse dado você pode perceber que o grau de domínio com tecnologia é inferior ao da Geração Y e dos Millenials. Mas isso me incomodava muito!

Nós contratávamos corretor da “velha guarda”, ele não sabia ou tinha dificuldade com sistema imobiliário. Contratávamos corretor jovem, ele não tinha experiência de mercado, às vezes não tinha comprometimento e outros desafios que a idade enfrenta. Então, curioso como sou, resolvi investigar mais e tentar descobrir o “EUREKA” e aí veio o primeiro: O corretor achava os sistemas difíceis e complexos, e olha que utilizamos diversos sistemas, e até então nenhum havia solucionado o problema.

Quando acionávamos as empresas de tecnologia, o que ouvíamos sempre era: “Mas a culpa é do usuário” ou “O corretor que não sabe usar o sistema”.

Isso por um lado era verdade, mas em paralelo a esta situação surgiram novas ferramentas como e-mail, Facebook, Whatsapp, etc. Todas elas extremamente SIMPLES, e que caíram no gosto dos corretores, até mesmo os mais velhos.

sistema imobiliário

Diante dessa informação cheguei a primeira conclusão: Não era o corretor que não entendia o sistema, eram os sistemas que não entendiam o corretor, e se fossem mais simples o corretor usaria SIM! A resposta estava na SIMPLICIDADE.

Motivo #2: Sistema imobiliário não devolve a informação para o corretor e não tem “sigilo”

sistema imobiliário

Vamos pensar juntos: É muito conveniente um sistema pedir um mundo de informações para cadastrar um imóvel, um cliente ou um atendimento. Mas quando o corretor precisa, ele não consegue ver as informações que foram cadastradas, ou pior, TODOS na imobiliária conseguem ver.

É exatamente aqui que mora o grande vilão. Os corretores que sabem usar o sistema, e começam inclusive a dominá-lo, tem receio de colocar as informações no sistema pois ele não é beneficiado em nada com isso.

Diante disso, para proteger seu atendimento, cadastram apenas o básico para se encaixar no “padrão da imobiliária” e as demais informações relevantes ele registra em sua agenda.

Ou você acha sinceramente que o corretor não sabe a renda, sinal, FGTS, perfil do cliente e motivo de compra? Claro que sabe! Ele só não coloca no sistema por medo de outro corretor ter acesso a essas informações de mão beijada, que ele tanto batalhou, e por não se BENEFICIAR em colocar tais informações no sistema.

Como resolver esta situação?

Identificado os motivos do corretor não utilizar ou não gostar do sistema é preciso AGIR! Todo sistema funciona, ou pelo menos deveria funcionar, da seguinte maneira:

sistema imobiliário

A informação deve e tem que circular dentro da imobiliária, e todos os envolvidos têm que entender isso e a importância que cada um tem no processo. O corretor, a secretária, o gerente, o diretor, enfim, TODOS!

É um trabalho em equipe, que se bem realizado todos GANHAM. É um efeito cascata.

Quem atende o cliente? Corretor.

Quem toma as decisões da imobiliária? Diretor.

Um exemplo simples e prático que gostamos de falar é de mídia. Quem sabe de onde o cliente veio é o corretor ou a secretária que o atendeu. Mas quem precisa saber dessas informações para tomar a melhor decisão de onde e quanto investir em cada mídia, é o Diretor. Por isso a informação tem que circular, com qualidade e sem ruídos.

sistema imobiliário

Se investir certo, a imobiliária gasta menos dinheiro e traz mais atendimentos pro corretor.

Se investir errado, a imobiliária gasta mais dinheiro e traz menos atendimentos pro corretor.

E aí? O que você prefere?

Então, em primeiro lugar, para que isso aconteça dentro da sua imobiliária você precisa de um sistema SIMPLES para que toda sua equipe utilize-o e goste de usar. Só assim você terá informação de qualidade.

Em segundo lugar, o sistema imobiliário tem que ajudar o corretor, pois se ele tiver algum benefício ele vai ser o primeiro embaixador e defensor do sistema. Alguns benefícios podem ser:

  • Radar – quando entra um imóvel na imobiliária, o sistema avisa pro corretor e quando cadastra um novo imóvel avisa quais clientes têm perfil compatível;
  • Indicadores de Performance;
  • Envio de e-mails para clientes;
  • Processos de atendimento definidos.

E por fim ele tem que se sentir dono do atendimento e ter sua privacidade e sigilo de informações. Claro que ele é um associado a imobiliária, mas nem por isso outro corretor precisa ter acesso às informações. Uma coisa é o seu gerente e/ou diretor, outra coisa é o corretor que pode concorrer com ele. Por isso, respeitar a hierarquia do sistema imobiliário e proteger as informações do corretor é fundamental para que ele tenha confiança no sistema e passe a utilizá-lo com vontade.

Para finalizar, as dicas para quem está com dificuldade de utilizar ou implantar um sistema de gestão em sua imobiliária, são:

  • O sistema tem que ser fácil;
  • Sistema tem que devolver a informação para quem o utiliza;
  • Sistema tem que preservar algumas informações confidenciais do corretor;

Analisando isso certamente você terá mais facilidade de implementar uma cultura de utilização de sistema dentro da sua imobiliária e terá o corretor de imóveis como seu principal aliado e advogado do sistema.

Quero um sistema fácil e confiável para o meu corretor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *