07 Dicas para fazer cobrança de aluguel

Tempo de leitura: 5 minutos

A cobrança de aluguel nada mais é que o locador (proprietário do imóvel) solicitar ao locatário (pessoa que alugou o imóvel) que faça o pagamento do aluguel ou aluguéis que deveriam ter sido pagos anteriormente, mas ainda não foram.

Em situações de crise econômica que tomam conta do país, o setor imobiliário é um dos que mais sofre. A desaceleração da economia brasileira nos anos mais recentes, por exemplo, fez com o mercado imobiliário entrasse em uma curva descendente significativa. Com isso, a inadimplência aumenta e o trabalho das imobiliárias para fazer a cobrança de aluguel, também.

Independente de qualquer situação econômica, imobiliárias sempre precisarão lidar com a inadimplência, e por isso precisam trabalhar de forma estratégica para fazer cobrança de aluguel. Reunimos algumas dicas que poderão lhe ajudar na hora de desempenhar esse tipo de tarefa, e ainda manter uma relação amigável com seus clientes.

Reduza a inadimplência em sua imobiliária

Reduza a inadimplência em sua imobiliária

Antes de mais nada, é sempre preciso pensar em agir de forma preventiva, ou seja, reduzir a inadimplência em sua imobiliária, antes que você precise lidar com esse problema de fato.

Algumas medidas como uma análise cadastral mais rigorosa, automação de envio de boletos por e-mail ou uma cobrança integrada, podem ajudar a reduzir a inadimplência em sua imobiliária.

Leia também  [INFOGRÁFICO]: Como reduzir a inadimplência no mercado imobiliário

Além disso, para facilitar o controle diário de pagamentos em atraso, é muito útil contar com uma ferramenta de avisos e alertas, onde você pode verificar em um painel simples as notificações de pagamentos em atraso e acessar as informações do inadimplente através de relatórios completos. Assim, fica mais fácil controlar e fazer a cobrança, com agilidade e precisão.

cta-ganhe-tempo-o-imoview-adm

Faça o primeiro contato por e-mail

Faça o primeiro contato por e-mail

Agora que você identificou a lista de clientes inadimplentes e precisa de fato fazer a cobrança, uma boa dica para fazê-lo sem deixar o cliente constrangido é fazer o primeiro contato por email. Utilize uma linguagem mais formal, como um texto padrão para este momento da cobrança. Assim, o cliente perceberá que é um e mail impessoal, um lembrete para regularizar sua situação.

Se prepare para a ligação

Se prepare para a ligação

Se o primeiro contato por e-mail não surtiu resultado, você precisará entrar em contato por telefone. Nesta etapa preparação é fundamental!

Antes de fazer a ligação, imagine as possíveis desculpas que podem ser dadas e pense como refutá-las. Você precisa estar munido com todas as informações referentes à cobrança que será feita. Com os fatos em mãos, fica mais fácil de manter a conversa sob controle.

Vale lembrar também que, questões como o tom de sua voz podem afetar o caminho para o qual a conversa vai rumar. Se você for positivo e animador, a pessoa do outro lado da linha pode responder melhor. No entanto, ao mesmo tempo, você deve mostrar que está no controle, sem entrar na defensiva.

Não tenha “medo” de cobrar

Não tenha “medo” de cobrar

A Lei do Inquilinato, que mudou em 2010, tornou mais ágil a ações de cobrança e despejo. Portanto, não tenha medo de efetuar cobranças. Lembre-se que o cliente assinou um contrato e assumiu um compromisso legal de pagamento com sua imobiliária, que tem o direito (e dever) de cobrá-lo. Porém, lembre-se de ser discreto, atencioso e cordial ao fazer a cobrança, para evitar possíveis constrangimentos e transtornos.

Tenha histórico dos clientes

Tenha histórico dos clientes

Uma dica importante e fundamental para fazer cobrança de aluguel é ter sempre em mãos o histórico do cliente. Para isso, você vai precisar de um sistema ADM, onde você terá o cadastro e informações de seus seus clientes, seja ele locador, locatário e fiador, de forma rápida, segura e eficiente.

Com esse sistema, você centraliza e integra as informações e você pode diferenciar, por exemplo, quem sempre pagou em dia mas passou por momentos difíceis, daquele cliente que costuma atrasar com frequência ou é inadimplente “de carteirinha”. Assim, você pode montar sua estratégia de negociação de acordo com cada histórico, ou até mesmo oferecer promoções especiais para os consumidores que quitam com antecedência frequentemente.

cta-conheca-o-adm-da-universal-software

 

Melhor horário para fazer cobrança de aluguel

Melhor horário para fazer cobrança

Existe o melhor horário para fazer cobrança?

É claro que você deve ligar nos horários em que o cliente esteja presente ou possa atender. Porém, segundo especialistas existem horários em que as pessoas estão mais dispostas:

Manhã: Entre 09:00 e 11:00

Tarde: Entre 14:00 e 16:00

Se os horários que seu cliente está disponível não coincidir com os horários citados acima, não se preocupe. Esta é apenas um sugestão de horários.

Se a situação se agravar, peça ajuda jurídica

se-a-situacao-se-agravar-peca-ajuda-juridica

Segundo o Secovi PE – Sindicato da Habitação de Pernambuco, houve um aumento de cerca de 20% no número de processos de conciliação judicial visando à cobrança de aluguel no primeiro semestre de 2016.

Por isso, se a situação se agravar e surgirem  conflitos entre locadores e locatários, é sempre bom usar a prudência e pedir a assistência jurídica de um advogado especialista em Direito Imobiliário, para evitar que um problema comum, como por exemplo a inadimplência, vire um problema de grandes proporções.

Banner para Posts

Leia também  Aluguel de imóveis: Como funciona a ação de despejo?

Conclusão

Manter o fluxo de caixa de uma imobiliária em dia vai muito além de organizar pagamentos e fechar novos contratos. É preciso garantir que as dívidas de seus clientes inadimplentes não se acumulem e gerem grandes prejuízos para a imobiliária. Por isso, fazer a cobrança de aluguel é tão importante.

Lembre-se que em hipótese alguma você poderá constranger ou expor o cliente inadimplente, logo, é necessário muito jogo de cintura para desempenhar essa tarefa com eficiência e sem prejudicar o relacionamento com cliente.

Gostou dessas dicas? Compartilhe agora mesmo com sua equipe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *