Sistema para imobiliária: quando e porque implantar

Tempo de leitura: 8 minutos

É difícil imaginar hoje uma imobiliária que não utilize sistemas ou não tenha um site? Não se engane! Ainda temos uma grande parcela de imobiliárias e corretores de imóveis que ainda estão no século XIX.

Isso mesmo! Dividimos as imobiliárias do Brasil em três níveis de informatização e acesso à tecnologia, e chegamos as seguintes conclusões:

Perfis das imobiliárias no Brasil

Imobiliarias no Brasil

Século XIX:

  • Usam máquina de escrever (Sim, acredite!)
  • Controlam os atendimentos em agendas
  • Divulgam os imóveis em pastas no balcão da imobiliária
  • Fazem o acompanhamento dos contratos de locação também com fichas

Temos as imobiliárias que evoluíram um pouco mais, mas ainda estão caminhando:

Século XX

  • Usam computador, mas só para escrever contratos e gerar recibos;
  • Controlam os atendimentos em agendas, planilhas de Excel ou em sistemas pouco desenvolvidos
  • Divulgam imóveis em seu site, mas o site não gera contato, funciona apenas como uma prateleira dos imóveis
  • Controlam imóveis e contratos em planilhas

E a boa notícia é que existem imobiliárias que estão voando alto! Extremamente eficientes e lucrativas, as imobiliárias que conseguiram acompanhar a evolução do mercado imobiliário têm um padrão em comum: São extremamente familiarizadas com tecnologia.

Quando me refiro a tecnologia, falo num aspecto mais amplo da palavra, e isso quer dizer que estas imobiliárias abriram as portas para este universo.

Como imobiliárias antenadas estão usando a tecnologia a seu favor?

Como-imobiliarias-antenadas-estao-usando-a-tecnologia-a-seu-favor

 

  • Infraestrutura: Possuem servidores adequados e utilizam computadores para tudo: Contratos, recibos, sistemas, usufruem do serviço online dos bancos, utilizam e-mail, etc.
  • Gestão de atendimentos: Controlam TODOS os seus atendimentos em um mesmo Sistema (CRM)
  • Marketing: Seus sites vão muito além de uma “prateleira de imóveis”. São sites bem posicionados no Google e que realmente geram resultados, pois trazem leads para a imobiliária (contatos de clientes que querem comprar ou alugar).
  • Gestão da carteira de imóveis: Também controlam seus imóveis no mesmo sistema (CRM), tanto de vendas, quanto locação, integrando tudo na mesma plataforma.

Que a verdade seja dita: A tecnologia veio para AJUDAR, para ser nossa amiga e FACILITAR a nossa vida. Por mais que muitas pessoas a vejam como um bicho de sete cabeças, está na hora de perder o medo e ser feliz com todos os benefícios que a tecnologia nos traz.

Após analisar e refletir sobre os perfis de imobiliárias que existem hoje no mercado, a pergunta que fica no ar é:

Quem está “atrasado” vai sobreviver neste mercado tão competitivo?

quem-esta-atrasado-vai-sobreviver-neste-mercado-tao-competitivo

Talvez a resposta óbvia seja “não”. Mas não podemos nos precipitar e afirmar isso, pois a Geração da Velha Guarda tem muita coisa boa. Não estamos aqui para criticar quem ainda não se adaptou a tecnologia, mas sim para ajudar a mostrar como ela é importante e pode ser extremamente útil para imobiliárias.

Se pararmos para analisar o outro lado da moeda:

  • O perfil das imobiliárias tradicionais é de empresas familiares, extremamente batalhadoras e trabalhadoras;
  • Se estão “defasadas” por um lado, por outro têm tradição, know-how e um reconhecimento grande na sua região de atuação;
  • Sabem gerenciar o próprio negócio (mesmo que do seu jeito). Não é à toa que estão vivos e sobreviveram a crises.

Ainda assim, para continuar no jogo, as imobiliárias têm de se atualizar com as novas tecnologias e o novo marketing que permeia o mundo atualmente, estou falando que é uma questão de SOBREVIVÊNCIA.

As imobiliárias do século XIX e XX estão aos poucos desaparecendo, e dando lugar as imobiliárias do século XXI.

Comece a prestar atenção, provavelmente a maior imobiliária da sua cidade não é a mais antiga, correto?

Você chegou até aqui e pode estar pensando: “Ok, mas quando é hora de investir em um sistema imobiliário? ”.

Como saber se minha imobiliária precisa de um sistema?

como-saber-se-minha-imobiliaria-precisa-de-um-sistema

Primeiro, tente responder as seguintes perguntas:

OBS: Não importa se você trabalha com venda, locação ou com os dois.

  • Seu cliente (locatário) se incomoda de pagar o aluguel todo mês na sua imobiliária?
  • O locador te liga pedindo extrato dos alugueis que foram depositados e no fim do ano ainda pede que envie o Demonstrativo de Imposto de Renda para DIMOB?
  • Você acha perigoso movimentar todo esse dinheiro dentro da sua imobiliária, com o perigo que estamos vivendo hoje?
  • Como você mostra seus imóveis para os clientes?
  • Quantos imóveis cadastrados para venda e locação você tem hoje? Quantos desses são residenciais e comerciais? Quanto são apartamentos, casas e lojas?
  • O seu controle de recebimento e pagamentos de alugueis é manual? Você acha seguro? Sabe quanto você recebe por dia ou por mês?
  • Por fim, o mais importante: QUANTO TEMPO você gasta do seu dia pra responder tudo isso?

Poderíamos fazer mais uma infinidade de perguntas, mas vamos parar por aqui. Se você se identificou com essa realidade, não soube responder alguma dessas perguntas ou sentiu certo incômodo ao respondê-las, eu posso de garantir uma coisa: UM SISTEMA PARA IMOBILIÁRIA vai conseguir te ajudar. E te ajudar MUITO!

Primeiros passos para implantar um sistema na sua imobiliária

primeiros-passos-para-implantar-um-sistema-na-sua-imobiliaria

1º) Identifique o perfil da sua imobiliária: Em qual século você está?

2º) Como você gerencia seu negócio? Tem algo nesta gestão te deixando incomodado?

3º) Você quer mudar? Se você é o dono da imobiliária e não quer ou não tem interesse de mudar, ninguém ao seu redor vai poder fazer essa mudança, a não ser que tenha o seu apoio.

4º) Se não vai ser você, já tem uma pessoa pra liderar essa mudança no seu negócio? Se não tiver não, se preocupe. O mercado está cheio de jovens talentosos querendo mostrar serviço e precisando trabalhar. Vá atrás e encontre essa pessoa J

5º) Comece a pesquisar no mercado sistemas que sejam capazes de lhe ajudar a melhorar a gestão do seu negócio. Nesse ponto em especial chamo a atenção para alguns pontos que devem ser observados:

O que você precisa considerar na hora de contratar um sistema?

o-que-voce-precisa-considerar-na-hora-de-contratar-um-sistema

  • O sistema é online? Você tem liberdade de acessá-lo de onde estiver e a qualquer hora?
  • É fácil de usar? Hoje em dia usabilidade é fundamental. Vivemos a era da “economia de cliques”. Quanto mais fácil for, melhor para você e para sua equipe, pois serão vocês que utilizarão o sistema.
  • É integrado com o seu site? Isto é importante para economizar tempo e evitar retrabalho de cadastrar imóveis duas vezes.
  • Qual o limite desse sistema? Você tem que perguntar até onde ele vai, pois hoje você pode não precisar de muita coisa, mas à medida que sua imobiliária for crescendo (e é isso que vai acontecer) um sistema limitado vai se tornando ineficiente para sua empresa e lá na frente você vai ter que trocar. Esta troca pode ser muito traumática dentro da sua imobiliária e trazer grandes dores de cabeça. Esteja atento para contratar um sistema que suporte seu crescimento.
  • Possui Auditoria? É extremamente importante estar atento o que sua equipe está fazendo com as suas informações. Sistemas modernos tem uma facilidade tremenda de mostrar a todos usuários quais são os rastros de suas ações, evitando assim que informações vazem, sejam apagadas, etc.
  • Como é o atendimento da empresa que desenvolve? Ela está comprometida com o seu sucesso? Todo sistema exige suporte. Esteja atento se a empresa que oferece o sistema também estará pronta para te atender e caminhar lado a lado nessa parceria.
  • Quantos anos de mercado e know how esta empresa tem? Experiência transmite segurança e profissionalismo. Dois fatores que trarão tranquilidade, certo?

Agora vamos deixar claro que não estamos falando em hipótese alguma que sistemas são os salvadores da pátria, ou que são a solução dos seus problemas, longe disso. Lembre-se que o responsável pelo sucesso ou fracasso do seu negócio será sempre VOCÊ.

Conclusão

Te mostramos que existem diversos perfis de imobiliárias no Brasil, das mais tradicionais e avessas a tecnologia às supermodernas e antenadas. Cabe a você gestor, escolher em que grupo quer estar. Não precisa pensar muito para ver que não aceitar a tecnologia é nadar contra a maré.

Sugiro que você pense alguns minutos em quanto tempo você ganharia se começasse a usar um sistema eficiente. Seria possível parar de levar trabalho para casa, descansar mais, tirar umas férias? Deixe a tecnologia fazer o trabalho duro por você e foque no que realmente importa: relacionamento.

Como sua imobiliária tem lidado com a tecnologia? Está pensando em algumas mudanças? Conta pra gente nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *