Como utilizar whatsapp em imobiliárias

Tempo de leitura: 5 minutos

O WhatsApp é o aplicativo mais baixado e um dos mais utilizados pelos brasileiros. Todos os dias milhões de mensagens são enviadas, e novos grupos com diferentes objetivos, criados na ferramenta. Em setembro de 2015, o WhatsApp atingiu a marca de 900 milhões de usuários ativos, e atualmente é adotado por 95% dos profissionais, segundo um estudo do grupo Regus, realizado com 44 mil executivos em vários países.

Sendo uma ferramenta gratuita passou a ser utilizada também por empresas e profissionais de diversos segmentos, para vendas e atendimento. Como não poderia deixar de ser, imobiliárias e corretores também aderiram a esta ferramenta para otimizar as vendas.

Dicas para utilizar o Whatsapp de forma profissional

whatsapp em imobiliárias

É muito importante estar muito atento a utilização do Whatsapp no ambiente profissional para que isso nunca seja uma forma de comprometer a produtividade dos corretores, e sim de facilitar o atendimento. Por isso, listamos algumas dicas básicas para começar a utilizar o Whatsapp para trabalhar e da maneira correta:

  • Defina regras: Primeiro, é importante que a imobiliária decida se este será um casal oficial, e quem poderá utilizá-lo. Neste caso, é interessante utilizar um celular corporativo e não pessoal, para separar bem os assuntos, até porque ninguém pode ser obrigado a usar o WhatsApp pessoal para fins profissionais. Contudo, se não for possível, aumente os cuidados, certificando-se de definir horários para responder as mensagens e interagir com clientes. Para muitas pessoas WhatsApp é uma terra lei, logo, se você não definir regras, é isso que pode acabar acontecendo.
  • Revise seu perfil: Se decidir usar o WhatsApp para uso profissional, lembre-se de revisar seu perfil.

Guia básico WhatsApp em imobiliárias

  1. Utilize uma foto profissional: Evite fotos muito informais com trajes de banho, em festas e baladas, com poses muito descontraídas ou segurando bebidas.
  2. Status: Dê atenção ao status, evitando frases com palavras de baixo calão ou que demonstrem algum tipo de preconceito. O ideal é usar um contato ou slogan da imobiliária, uma frase motivacional, ou alguma outra frase que te represente como profissional.
  3. Linguagem: O WhatsApp permite uma linguagem um pouco mais informal, com abreviações como “vc” e “tbm”, mas evite gírias e códigos muito específicos. Mesmo utilizando o WhatsApp, lembre-se que ainda é um atendimento, e você precisa se atentar ao perfil do seu cliente e maneira como irá tratá-lo. Ou seja, se você está lidando com uma pessoa mais jovem, poderá usar mais de abreviações ou até emojis. Da mesma forma que você sempre identificou abertura com seu cliente por telefone, você fará pelo WhatsApp.
  • Desative o modo de visualização: Hoje é possível saber se e quando a outra pessoa leu sua mensagem, o que acaba gerando ansiedade e senso de urgência das respostas. Para evitar stress, tire o modo de visualização, e responda no tempo programado para este fim.

Passo-a-passo para desativar o modo de visualização:

whatsapp em imobiliárias

  • Silencie grupos: Se você utiliza o WhatsApp para atendimento, provavelmente também possui um grupo de corretores, além dos outros grupos, se estiver usando um celular pessoal. Silencie os grupos para evitar excesso de notificações e distrações, que só vao servir para tirar seu foco.
  • Não substitua as ligações: O WhatsApp pode ser muito funcional para dúvidas e envio de informações mais simples. Porém, assuntos urgentes requerem uma ligação ou mesmo um atendimento presencial. Lembre-se que, o WhatsApp não substitui outras ferramentas de atendimento, apenas funciona como um complemento às demais.

Fique atento!

whatsapp em imobiliárias

Antes de implantar o WhatsApp como uma ferramenta comercial, além de identificar as vantagens, é necessário analisar os riscos. Portanto, listamos também alguns itens para você ficar atento:

  • Excesso: Antonio Carlos Soares, CEO do Runrun.it – plataforma para gerenciamento de projetos corporativos – e especialista em produtividade, disse algo muito interessante em entrevista à revista Exame: “O uso exagerado de qualquer plataforma não-profissional em ambiente de trabalho é prejudicial. É preciso ter bom senso e responsabilidade”. Ou seja, voltamos aquela velha máxima: “nada em excesso faz bem.”
  • SPAMs e vírus: Seja no e-mail (como falamos neste artigo), redes sociais ou WhatsApp, ninguém gosta de receber SPAM e você pode inclusive ter o WhatsApp bloqueado se utilizar dessa prática. O mesmo vale se você espalhar vírus, ou enviar links contendo vírus para outras pessoas. Alguns vírus são muito nocivos, portanto, lembre-se de instalar e rodar um bom anti vírus também no seu celular.
  • Modo silencioso: Dica básica, mas ainda necessária na ambiente corporativo. Além de silenciar grupos, também deixe seu telefone no modo silencioso. Além de evitar que notificações tirem seu foco, você ainda não passa vergonha em uma reunião ou visita ao imóvel.
  • Negociações: Lembre-se que a ideia de utilizar o WhatsApp no trabalho é para facilitar a comunicação e atendimento. Porém, assuntos mais sérios e negociações não devem ser tratadas lá. Mais uma vez reforçamos, o WhatsApp não vai substituir ligações e encontros presenciais.

Conclusão

Você deve ter percebido com este artigo, que o WhatsApp, assim como várias outras ferramentas tecnológicas, é uma faca de dois gumes: pode ser muito útil, estratégico e eficiente e ao mesmo tempo um podador de produtividade e gerador de dores de cabeça. Decidir como vai lidar com isso em seus negócios, principalmente, educar sua equipe para proveito da ferramenta.

Você concorda em utilizar o WhastApp no ambiente profissional? Tem alguma dica para usar o WhatsApp para atendimento de corretores? Compartilhe sua opinião conosco nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *